Este site foi desenvolvido por Beatriz Santiloni

O CORo

Nosso coro nasceu no século XIX, passou oelo século XX, e hoje, no século XXI, ainda está em plena atividade. Como consta na crônica, em 1888 a Lyra já contava com 155 sócios, porém só com sete cantores. Todos queriam participar das atividades sociais da associação, porém só alguns poucos estavam dispostos a participar regularmente dos ensaios do coro, atividade pela qual a sociedade foi criada. Mas com o passar do tempo o ideal floresceu, fundaram-se, ao lado do coro masculino, também um coro feminino e um coro infantil, e chegamos firmes com um coro misto até aos dias de hoje.

O primeiro ponto alto de nossas apresentações públicas se deu em 1914, quando o coro apresentou o oratório "As Estações do Ano" de Joseph Haydn, e entre os convidados se encontrava o Dr. Washington Luiz, prefeito da cidade de São Paulo. No jornal "O Estado de São Paulo" a apresentação constou como um "acontecimento".

Em 1959, por ocasião do 75º aniversário, o coro apresentou-se no Teatro Municipal, acompanhado pela Orquestra Municipal de São Paulo, com regência do maestro Armando Bellardi. Em 1964, aos 80 anos, e em 1969, aos 85 anos, o coro apresentou-se mais uma vez no teatro Municipal, cantando em ambas as vezes "As Estações do Ano", de Haydn, acompanhado de três
 solistas e regência geral de Armando Bellardi. Em 1974, nos 90 anos de Lyra, o coro apresentou no Teatro Municipal peças de Wagner, Beethoven, Carlos Gomes e Tibor Reisner. Em 1975, aos 95 anos, o coro cantor na Igreja da Paz, apresentando cantos sacros de Bach e Händel entro outros, sob a regência de Udo Ahlemeier.

Em 1999, nos 115 anos, o programa festivo se da no Teatro Paulo Autran, sob regência de nossa atual maestrina Marcia Hentschel. E, 2004, para a comemoração de 120 anos, o coro se apresenta no teatro Humboldt.

Em todos estes anos, mais de 20 dirigentes regeram os corais da Lyra, sendo o primeiro, em 1884, o Sr. August Rupp.

 Seria alongar-se demais citá-los todos nominalmente, porém alguns , de tempos mais recentes, certamente ainda estão na memória de alguns cantores: Erich Hermes, Richard Pfütze, Albert Klein, Udo Ahlemeier, Tibor Reisner, orlando Beyerstedt, Paula Cristina Monteiro e Annemair Duwe, que dirigiu o coro feminino e fundou o infantil.

Já há mais de 20 anos nossa querida maestrina Márcia Hentschel, juntamente com o seu assistente Munir Sabag, dirigem com muita dedicação nosso coro. Entre as atividades atuais destacam-se os Encontros de Corais e os Concertos de Aniversário, que acontecem anualmente.

Recentemente nosso coro foi objeto de pesquisa da USP. Primeiro fomos visitados por professores do Grupo de Pesquisa nas Artes do Canto do Departamento de Música da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, que confirmaram que a Lyra é o coro mais antigo em atividade em São Paulo. E Ana Paula Gabriel defendeu seu mestrado sobre o maestro austríaco Martin Braunwieser, que foi fundador e primeiro regente de nosso coro feminino nos anos 30. Assim, nossa centenária história fica eternizada pela academia.     

Atualmente, contamos com mais e 30 participantes, alguns cantores e cantoras com mais de 70, outros com mais de 80 anos. Não devemos só pensar, que quem canta no coro é porque gosta, não há dúvida quanto a isto, mas pensemos que nesta idade, quantas vezes a chuva, o frio, o calor intenso, um resfriado, uma dorzinha aqui e ali impedem o cantor de cumprir com o seu compromisso de estar presente nos ensaios. Por isto, congratulamos a todos os integrantes do coro da Lyra, por mantê-lo vivo, por manter o ideal que norteou aqueles primeiros cantores em 1884.

 

Se você se interessou e gosta de cantar, venha nos fazer uma visita. Teremos prazer em contar com você como mais um integrante do nosso coro. Os ensaios ocorrem todas as terças-feiras, das 17:30 às 19:30 horas.  

                                                                      

1/6